ruact

Nasce uma rua

Uma coisa desses acasos que aconteceram na minha vida: eu vi uma rua nascer. E no meio da cidade! A rua Chris Tronbjerg, em Cerqueira César, ou Vila Mariana, sei lá, é uma ligação entre a Av. Brigadeiro Luiz Antônio e a Al. Joaquim Eugênio de Lima, e ela não existia até o final dos anos 80, sendo um estacionamento do INSS (ou INPS, ou INAMPS, era alguma coisa do gênero, tinha a ver com o vizinho Hospital Brigadeiro), que terminava em um muro pheioso na avenida supracitada (bom, isso é o que eu via na época,  já já vem o São Paulo Antiga dizer que aquele muro pertencia à Mansão do Conde Von Pingpongssen em estilo neolítico, etc. e tal…).
Durante vários meses, a minha ida e volta do colégio teve esse tempero a mais de curiosidade, afinal demorou um certo tempo para o negócio sair, o terreno foi nivelado para sair na Av. Brigadeiro Menos-Glamuroso Que o Outro, recebeu sei lá quantas camadas de pedra e asfalto alternadas, enfim, demorou muito até a rua receber o acabamento final, com placas indicativas, iluminação e semáforos na esquina com a Quindim, digo, Brigadeiro. Aliás, a minha ida e volta não exatamente, porquê haviam mais dois colégios na região, um deles na cara dessa rua, o Santa Catarina de Sena.
Só o chato é que até o dia em que eu não precisei mais circular pela região, quando acabei o ensino fundamental, a rua tinha cara de “ix, rasgaram a cidade no meio”, era ladeada por dois muros de pedras iguais aos de canteiros centrais de algumas avenidas, todos os imóveis eram de costas para ela e era um mega depósito de lixo of the caramba (bom, mas aí também varia, a Rua Vergueiro, bem mais antiga, tem alguns lugares que ainda dão essa impressão).
Mas parece que, desprovida da minha presencça, a situação na região mudou para melhor, e hoje a Chris Tronbjerg já tem pelo menos dois endereços de verdade, um deles um estacionamento, e o muro de pedras, pelo menos no Street View, hoje é um muro com trepadeiras de um prédio novo. Aliás, a galera está bem enturmada, no GSW tem muito mais gente circulando por lá do que na minha época. É como eu já disse no Twitter, o Google Street View é a Harley Davidson dos Forever Alones.

Pretendo escrever mais neste espaço, que aphinal de contas, é nosso. E piririm, e pororóm!

Comentários

  1. Bianka Araujo fev 26, 2012 at 23:41

    Aeeeeeeeeeeeeee!!! Desejo prosperidade pra essa rua ^^ Isso que eu chamo de lição de espaço geográfico, que mudou….3 vezes ´[?] E confesso que a Brigadeiro Faria Lima me deixou um teco confusa quando fui localizar o Instituto Tomie Ohtake na Rua Coropés (isso é nome? XD) e ainda fiquei frustrada que estava a praticamente duas quadras de lá há uma semana antes
    Enfim, Rua Chris Tronbjerg, seja bem vinda!!!

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>